quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Feira de Filhotes para adoção em Criciúma


Será realizada neste sábado (28/11) a 1ª Feira de Filhotes para Adoção, em Criciúma (SC). O evento será durante todo o dia, em frente ao Colégio São Bento. Será o dia inteiro e vai propiciar aos animais que não tem um lar, até mesmo os adultos, encontrarem um novo dono. A feira é uma organização da Ong SOS Vira-Lata. Para saber mais acesse o Blog: www.sosviralata.blogspot.com.

Novo colunista no Blog da Onda Verde


A partir desta semana, o Blog e Colunas da Onda Verde, irão contar com a parceria do ambientalista da região do Vale do Araranguá, Tadeu dos Santos. Ele vai escrever todas as semanas a coluna “De olho na Natureza” onde vai falar sobre vários temas relacionados às questões ambientais. Atualmente é coordenador da Ong Sócios da Natureza e conselheiro da CONAMA pela Região Sul (SC, PR e RS), no biênio 2009/2010. O primeiro tema será sobre o "Corredor Climático".

Barra do Rio Araranguá: Governo Federal assina contrato para liberação da verbas


Com o hall de entrada lotado a comunidade de Araranguá acompanhou a assinatura do contrato que vai viabilizar uma das obras mais comentadas e esperadas de município e Vale. O Governo Federal assinou convênio com a Prefeitura de Araranguá garantindo a liberação do total de R$ 26,6 milhões para a obra de fixação da Barra do Rio Araranguá. Com a contrapartida do município serão R$ 28 milhões de investimento em uma obra que vai permitir não só amenizar os problemas de cheias, mas também potencializar o turismo e a principal comunidade pesqueira, localizada em Ilhas.

A senadora Ideli Salvatti, líder do governo no Congresso, evidenciou que ao todo estão sendo liberados pelo PAC da Drenagem R$ 53 milhões no sul. “Acabamos de vir de Criciúma e pela manhã Tubarão. “São obras que vão solucionar problemas históricos nessas cidades. Grande parte de cunho regional, como é o caso da obra da Barra do Rio Araranguá”, enfatiza Ideli. Da mesma forma o deputado federal, Jorge Boeira, que articulou com a senadora Ideli Salvatti e o deputado federal Claudio Vignatti, junto a ministro Dilma Roussef, a garantia da verba a fundo perdido, e, não empréstimo ao município, como estava previsto anteriormente.

“A importância desta obra esta refletida nas décadas de reivindicação. Araranguá merece esse investimento e precisamos agradecer a sensibilidade do presidente Lula pela lioberação desta verba. Quando esteve em SC durante a enchente do ano passado no norte e vale do Itajaí, Lula ficou chocado com o que viu. Chegando em Brasília solicitou que fosse criado uma Programa de Macro Drenagem e hoje presenciamos o resultados dessa visita a SC com a assinatura entre prefeitura com a CEF. Não tenho dúvida que na história desse País nunca um presidente investiu tanto em SC e que nunca uma senadora, ou senador, conseguiu viabilizar tanto recurso para nosso Estado”, destaca Boeira.

Ele lembra ainda que a verba já está a disposição e será liberada conforme a execução da obra que agora depende da prefeitura agilizar as questões burocráticas para iniciar. “O importante é que o principal entrave, que é a verba para a barra, já foi garantida pelo Governo Federal, via Ministério das Cidades”, complementa Boeira.

Sandro Maciel, vice-prefeito de Araranguá destacou o momento como histórico. “Tenho muito orgulho de fazer parte dessa história. Não tenho dúvida que é uma das obras mais expressivas da cidade e a mais reivindicada na última década. É a geração formada pelo Campus da UFSC, outra obra importante para o município, que vai observar os benefícios que a barra vai proporcionar”, reflete Maciel.

Da mesma forma o prefeito da Cidade, Marino Mazzuco , que não conseguia esconder a felicidade do momento. “Nunca a cidade de Araranguá foi tão favorecida por um presidente ou por um Governo Federal como na gestão do Presidente Lula. São várias as obras realizadas na cidade. Essa é mais uma e que devemos nos orgulhar dessa relação, diz.

A importância da água para a Física e o Mundo



Física na Natureza

Essa semana irei dizer um pouco sobre a importância da água não só para a Física mas sim para tudo no mundo. Na Física temos vários estudo em conjunto com algo referente à água, como por exemplo, podemos calcular o quanto a Lua iria influenciar na maré de uma certa região. Não teria como escrever esse post e me limitar somente a Física, já que a água está em 75% do corpo humano ou em 97,61% do planeta em forma de oceanos e geleiras, onde 2,4% estão prontas para o consumo.

Então nas linhas seguintes não vou escrever o quanto a água é importante na Física e sim o quanto a Física pode ser importante para ajudar a situação que em breve iremos passar a escassez de água potável. Pois a água é importante para todos, Físicos, químicos Biólogos, Jornalistas e mais importante para aquele agricultor que faz a alface chegar a sua casa.

Já que temos 97,61% de água nos mares, temos um grande problema à água do mar não serve para consumo, pois todos sabemos que ela é salgada, então se criou uma Tecnologia chamada “dessalinizador de água” é uma tecnologia que converte a água salgada ou salobra em potável, empregando o processo de membrana osmótica sintética ou osmose reversa e usa um material muito corrosivo e em altas pressões e são equipamentos de custo relativamente alto. O processo de osmose reversa é conhecido desde o século passado, mas era utilizado em processos industriais na década de 60 e na década de 80 começou a usar as membranas semipermeáveis sintéticas, assim ampliando o campo de utilização desse processo, reduzindo o preço também.

Sempre buscando melhorar, nos anos recentes os avanços tecnológicos da biotecnologia buscam por águas de elevada pureza, também temos a consciência de preservação de meio ambiente, a escassez de água em vários locais do mundo pede por um processo de dessalinização mais barata. Existe uma nova tecnologia que utiliza a luz solar como fonte para dessalinizar a água salgada, foi desenvolvido um sistema que utiliza vácuo induzido por gravidade com energia solar, assim deixando de utilizar energia elétrica ou combustível fósseis, então resolveremos 02 problemas, tiramos o sal da água e economizamos combustíveis fósseis. Esse sistema é mais eficiente do que outros dessanilizadores que utilizam energia solar, além de ser simples e mais barato do que os normais e pode ser construído em qualquer lugar, já que não utiliza energia elétrica e sim solar.

O processo que é usado é o mesmo que a natureza executa, só que há uma aceleração nesse processo, pois a própria natureza possui o seu processo de desssalinização, a água evapora dos mares, formam as nuvens e cai em forma de chuva, no novo processo cria o natural com ajuda da energia solar e pressão atmosférica natural.

Assim terá água limpa e pura para o consumo. Espero que tenham gostado de mais essa coluna e não esqueçam de dar suas sugestões e de comentar, pois assim sempre iremos melhor para atender os nossos leitores.



Por,
Richard Douglas
Físico e Colaborador do Blog
E-mail:
richarddouglas001@gmail.com

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Espaço Cultural Unesc abre exposição Reciclando através da Arte


"Reciclando através da Arte" é o tema da exposição dos artistas Angélica Neumaier, Clóvis Ferrari e Rildo Batista, que abre nesta terça-feira (17/11) no Espaço Cultural da Unesc, no campus, das 9 às 22 horas. Selecionada pelo Edital de Exposições Temporárias 07/2008, a mostra fica aberta ao público até o dia 11 de dezembro. Visitas mediadas podem ser agendas pelo fone (48) 3431-2622 ou pelo e-mail cultura@unesc.net

Com a proposta de utilizar o lixo como arte, os artistas criaram obras reaproveitando materiais descartados. Clóvis usa fotolitos, gravuras, isopor, papel de bombons e balas para criar um colorido. A temática das obras é a retratação de janelas urbanas, ou seja, momentos do dia-a-dia, como o trânsito. Ele tenta passar a mensagem que, nas obras, estão subentendidos a questão do reaproveitamento, falando do próprio lixo e da falta de conscientização.

De acordo com o artista, a experiência de estar expondo novamente com Angélica e com Rildo está sendo muito gratificante. “Nós três nos formamos em artes em Santa Maria, mas com o tempo nos afastamos. Agora, estamos tendo a chance de trocar mais idéias, experiências e somar o que sabemos e gostamos de fazer: Arte”, salientou.

Angélica harmoniza materiais que iriam para o lixo nas obras. E Rildo utiliza de objetos que encontra na praia para criar uma espécie de bagunça, representando o mundo nos dias atuais. Angélia e Rildo são professores do curso de Artes Visuais da universidade.

SOS Mata Atlântica em Criciúma


A exposição itinerante “A Mata Atlântica é aqui”, uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica, estará em Criciúma de 18 a 22 de novembro, no estacionamento do Criciúma Shopping. Em um caminhão totalmente adaptado para atividades de educação e sensibilização ambiental, técnicos do projeto irão realizar atividades monitoradas com adultos e crianças (jogos e oficinas) e exibirão vídeos educativos. Apresentações artísticas e palestras também estão programadas. A visitação é gratuita e a Associação Protetora dos Animais de Criciúma (Apacri) e a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Famcri) estarão presentes na exposição.

O projeto percorre o País com o objetivo de ampliar o conhecimento público sobre a Mata Atlântica, sensibilizar a população sobre a importância deste bioma e envolver todos na luta pela conservação por meio de atitudes práticas que possam ser aplicadas no dia a dia. O caminhão percorrerá 40 cidades brasileiras – sendo a maioria delas capitais.

Horário da exposição
Dia 18 – 11h às 16h
Dias 19 e 20 – 10h às 16h
Dias 21 e 22 – 14h às 20h

Já somam 355 as espécies da fauna catarinense em avaliação para a Lista Vermelha

A elaboração da Lista de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção em Santa Catarina já alavanca números preliminares. Até agora, 355 espécies, dos 14 grupos de fauna, encontram-se em análise pelos pesquisadores que participam do trabalho. “A destruição dos “habitats” é uma das justificativas mais citadas para a possível inclusão de uma espécie na Lista Vermelha. Entretanto vai além. “Destruir a biodiversidade implica também em eliminar espécies que sequer conhecemos”, afirma a coordenadora executiva do projeto, Fabíola Schneider.

A Mata Atlântica é um bom exemplo. Santa Catarina é o terceiro estado com maior número de hectares neste bioma e nos últimos três anos perdeu uma média de 25.983 ha, Atualmente restam no Estado aproximadamente 17,5% de toda a área original, segundo pesquisas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE e Fundação SOS Mata Atlântica. A Lista Vermelha possibilitará ao Estado dispor de uma caracterização mais concreta da sua biodiversidade.

Todo trabalho tem como base os critérios da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), que desde 1963, é referência em assuntos voltados à conservação da biodiversidade. A etapa final ocorrerá em fevereiro do ano que vem, quando será realizado o IV Fórum de Discussão sobre as Espécies Ameaçadas. Neste encontro, a lista consolidada durante todo processo, será analisada por consultores, pesquisadores e especialistas, que avaliarão as propostas finais de cada coordenador. O projeto estará finalizado em julho de 2010 e a Lista Vermelha será entregue à FATMA para, posteriormente, ser submetida ao Conselho Estadual do Meio Ambiente (CONSEMA) para publicação.

Sobre a IGNISA
IGNIS Planejamento e In-Formação Ambiental, ONG fundada em 1997 com sede em Itajaí, é a entidade responsável pela execução do Projeto Lista de Espécies da Fauna Ameaçada de Extinção em Santa Catarina. O projeto iniciou em 2007, de forma voluntária, e atualmente agrega mais de cem profissionais de diversas universidades e institutos de pesquisa do país.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Leitores tiram dúvida com nosso físico sobre "Física e Natureza"

Os leitores do Blog Onda Verde remeteram algumas perguntas para o nosso colunista, Richard Douglas, da "Física e Natureza", sobre o último post referente a Diferença entre Raios, Trovões e Relâmpago. Abaixo as respostas para os nossos blogueiros. Se você tiver alguma dúvida, nos remeta um E-mail (ondaverde2008@gmail.com) que vamos buscar as informações que você precisa:


Tenho uma dúvida: o crescimento das metrópoles tem influenciado de alguma forma a ocorrência de raios em ambientes urbanos? E se o pulso magnético do que o raio provoca, pode influenciar nas ondas de rádio? E como aconteceria essa influência, se houver e claro!
(Daniel, cometário post)

Richard: A resposta da 1º pergunta do Daniel é “sim”, infelizmente com o aumento das metrópoles a incidência de raios tem aumentado, por vários fatores. O principal é que como as grandes Metrópoles possuem grandes e altos prédios e nesses prédios possuem vários para raios, por isso que hoje os grandes prédios são obrigado s usarem para raios. Por que em uma tempestade de raios, esses prédios que serão atingidos, o raios querem percorrer menos espaço até o chão, então vamos dizer que para o raio atingir o chão é mais fácil ele atingir um prédio de 30 andares (± 90 metros) do que o próprio chão ou uma árvore no chão. Outro fator só que não menos importante é a poluição, isso mesmo existe um estudo do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) apontou que a incidência de raios em São Paulo aumentou cerca de 60% nos últimos 50 anos, então quanto maior a cidade maior a poluição que ela causa, assim ela irá sofrer com mais incidência de raios. A resposta da segunda pergunta também é “sim” os raios podem interferir nas ondas de rádio, vai depender da freqüência da onda, se for a mesma da onda de radio, vai interferir sim. As ondas eletromagnéticas são umas combinações de um campo elétrico e de um campo magnético que se propagam simultaneamente através do espaço transportando energia. Por isso se exige que os equipamentos de telecomunicações sejam isolados, principalmente as estações de rádio-base.

A propósito, é verdade o que dizem que estamos protegidos dentro do carro, devido aos pneus de borracha???
(Cris, cometário no post)

Richard: Sim Cris o carro protege a pessoa que se encontra em seu interior de um raio, por causa de seus pneus que são de borracha, esse acontecimento se chama “Gaiola de Faraday” Faraday comprovou que as cargas elétricas se concentram no exterior do objeto e como você está dentro do carro, assim fica protegida dessa carga elétrica. Quem nunca parou no posto de gasolina e já viu um caminhão tanque parado abastecendo o posto com gasolina, uma curiosidade interessante é que nos estados que possuem um clima muito seco, apenas o simples deslocamento do carro em atrito com o ar, faz ele se carregar eletrostaticamente, assim quando você vai descer do carro, leva um leve choque. Uma das medidas de segurança do caminhão tanque é o seguinte, quando ele para em um posto de gasolina ele puxa um fio do caminhão e conecta-o no chão e espera alguns segundos, assim todas as cargas que estão no caminhão irão para o chão instantaneamente, formado um “fio terra”, outro exemplo e quando se está viajando pelas estradas e passa um caminhão pelo seu carro e atrás dele tem várias correntes empenduradas encostando-se ao chão, tudo isso para descarregar essa eletricidade. Tem certa diferença em se receber um raio atmosférico no carro e um fio elétrico cair em cima de seu carro, digamos que você bateu o carro em um posto e um fio de alta tensão caiu em cima do carro, aquela eletricidade não irá se dissipar, pois ela está sendo alimentada por cabos de energia, então se isso acontecer fique dentro do carro e espere ajuda de pessoas especializadas, como bombeiros e serviço de resgates especializados.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Qual a diferença entre Raios, Relâmpagos e Trovões?


Física na Natureza!

Semana passada estava saindo de casa e o tempo estava chuvoso e cheio de nuvens. De repente vi a formação de um Raio nas nuvens percorrendo vários espaços no céu, seguindo de um forte estrondo. Pensei: Esse será o tema de minha próxima coluna no Blog “Onda Verde”. Aqui irei explicar um pouco as diferenças entre raios, relâmpagos e trovões e como se proteger deles quando você estiver no campo ou até mesmo na cidade.


O Raio
É uma manifestação da natureza que acontece na colisão de nuvens com cargas opostas ou entre nuvens e solo quando há um diferencial de polaridade. Isso ocorre na superfície da nuvem ou do chão, assim sendo nuvem-solo ou solo-nuvem e na maioria dos casos em que o raio é nuvem-solo essas descargas são negativas. Em média um raio possui: 125 milhões de volts, 200 mil ampéres e 25 mil graus centígrados, lembrando que isso é somente uma média não significa que todos os raios terão essas cargas.

O Relâmpago
É a visualização do raio, manifestado pelo feixe de luz que se vê cortando o céu, acontece que a radiação eletromagnética emitida quando elétrons se excitam por causa da energia elétrica. Quando ocorre o raio entre nuvens e o solo a luz é gerada de baixo para cima.

O trovão
Constitui em uma onda sonora provocada pelo raio ao colidir no solo ou até mesmo quando uma nuvem carregada de partículas positiva se colide com outras contendo partículas negativas, assim provocando o raio e em seguida tem a parte audível que é o trovão. Assim os raios geram duas ondas, a que vem antes será uma violenta onda de choque supersônica, com velocidade superior a do som, este barulho todo o ouvido humano não consegue captar. A seguinte é uma onda sonora de grande intensidade e que percorre grandes distâncias.

Como nos proteger desses raios? Há várias dúvidas sobre isso, então vamos lá:

1) Quando houver uma tempestade com muitos raios é recomendado a não sair de casa e ficar na rua, pois há pouca chance de você ser atingido por um raio, mas isso não significa que você não possa ganhar na loteria, mas mesmo ficando em casa não se devem usar telefones, nem mesmo os sem fio, não abrir portões metálicos, também se recomenda que se devam desligar os eletrodomésticos das tomadas.

2) Agora se por algum motivo você não pode ficar fora das ruas, evite segurar qualquer material metálico, como guarda-chuvas e varas metálicas, muito menos soltar pipas ou muito menos nadar. Pessoal se vocês estiverem acampando e tiver um rio próximo e começar a chover não fique dentro da água, pois a água é um ótimo condutor de eletricidade como todos nós já sabemos.

3) Temos algumas opções de abrigos caso você seja pego em meio a uma tempestade, como prédios, abrigos subterrâneos, mas não use uma barraca de camping como abrigo, pois dependendo de sua forma ela pode servir como pára-raios ou árvores isoladas ou morros, prédios, áreas abertas ou com muitos metais em volta ou perto de linhas de energia elétrica.


Espero que vocês tenham gostado desta coluna! Sintam-se à vontade para comentar e mandar sugestões para as próximas!


Por,
Richard Douglas
Físico e Colaborador do Blog
E-mail
richarddouglas001@gmail.com
Twitter: Andarilho_

domingo, 1 de novembro de 2009

Clima: Banhistas aproveitam o sol e lotam praias do Sul de SC


Quem compareceu no Rincão para aliviar o calor deste sábado, pôde se banhar tranquilamente. Um relatório divulgado pela Fatma antes do feriadão apontou 100% de balneabilidade no litoral do distrito içarense. Foram analisados nove pontos. E nem mesmo nas proximidades do arroio foram constatadas anormalidades que pudessem proibir o refresco a beira-mar. Num universo de 193 amostras coletadas no Estado, 55 locais acabaram apontados como impróprios para banho. Nesta lista de alerta, estão, por exemplo, Arroio do Silva, Passo de Torres e Garopaba.


Fonte:
Site Canal Içara (Lucas Lemos)

Animais: O sapo da May!

Um dia falando com um de nossos leitores, o Ricardo Chicuta - blogueiro e twitteiro - ficamos lembrando de bichinhos que quando éramos crianças era comum de vermos pelas ruas. Como vaga-lumes, besouros, grilos, gafanhotos, saíras (passarinhos), beija-flor, e entre eles eis que surge o sapo. Segundo Ricardo, por muito tempo ele não via mais nas ruas de Criciúma (SC) o tal anfíbio que era muito comum nos nossos tempos de criança.

Mas, eis que algo inusitado acontece: Ricardo achou um SAPO! Tudo bem que foi no Dia das Bruxas - o que dá um clima a mais para sua descoberta - mas o que importa é que achou, e em Criciúma. E para não perder o momento ele gravou um vídeo e nos mandou. E achei muito interessante postar aqui, para mostrar que nem tudo está perdido no Reino Animal, nem que seja um "simples" sapo.

Obrigada Ricardo! E sempre que achar um bichinho diferente e achar que poderá gravar nos mande que iremos postar sempre!


Por,
Maíra Rabassa
Jornalista SC 1886
Editora do Blog


* Se você tiver algum vídeo de animais que nunca mais viu pelas ruas, ou algum muito diferente que realmente você nunca viu na vida, nos remeta que iremos publicar com muito gosto
!

video

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...