quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Qual a diferença entre Raios, Relâmpagos e Trovões?


Física na Natureza!

Semana passada estava saindo de casa e o tempo estava chuvoso e cheio de nuvens. De repente vi a formação de um Raio nas nuvens percorrendo vários espaços no céu, seguindo de um forte estrondo. Pensei: Esse será o tema de minha próxima coluna no Blog “Onda Verde”. Aqui irei explicar um pouco as diferenças entre raios, relâmpagos e trovões e como se proteger deles quando você estiver no campo ou até mesmo na cidade.


O Raio
É uma manifestação da natureza que acontece na colisão de nuvens com cargas opostas ou entre nuvens e solo quando há um diferencial de polaridade. Isso ocorre na superfície da nuvem ou do chão, assim sendo nuvem-solo ou solo-nuvem e na maioria dos casos em que o raio é nuvem-solo essas descargas são negativas. Em média um raio possui: 125 milhões de volts, 200 mil ampéres e 25 mil graus centígrados, lembrando que isso é somente uma média não significa que todos os raios terão essas cargas.

O Relâmpago
É a visualização do raio, manifestado pelo feixe de luz que se vê cortando o céu, acontece que a radiação eletromagnética emitida quando elétrons se excitam por causa da energia elétrica. Quando ocorre o raio entre nuvens e o solo a luz é gerada de baixo para cima.

O trovão
Constitui em uma onda sonora provocada pelo raio ao colidir no solo ou até mesmo quando uma nuvem carregada de partículas positiva se colide com outras contendo partículas negativas, assim provocando o raio e em seguida tem a parte audível que é o trovão. Assim os raios geram duas ondas, a que vem antes será uma violenta onda de choque supersônica, com velocidade superior a do som, este barulho todo o ouvido humano não consegue captar. A seguinte é uma onda sonora de grande intensidade e que percorre grandes distâncias.

Como nos proteger desses raios? Há várias dúvidas sobre isso, então vamos lá:

1) Quando houver uma tempestade com muitos raios é recomendado a não sair de casa e ficar na rua, pois há pouca chance de você ser atingido por um raio, mas isso não significa que você não possa ganhar na loteria, mas mesmo ficando em casa não se devem usar telefones, nem mesmo os sem fio, não abrir portões metálicos, também se recomenda que se devam desligar os eletrodomésticos das tomadas.

2) Agora se por algum motivo você não pode ficar fora das ruas, evite segurar qualquer material metálico, como guarda-chuvas e varas metálicas, muito menos soltar pipas ou muito menos nadar. Pessoal se vocês estiverem acampando e tiver um rio próximo e começar a chover não fique dentro da água, pois a água é um ótimo condutor de eletricidade como todos nós já sabemos.

3) Temos algumas opções de abrigos caso você seja pego em meio a uma tempestade, como prédios, abrigos subterrâneos, mas não use uma barraca de camping como abrigo, pois dependendo de sua forma ela pode servir como pára-raios ou árvores isoladas ou morros, prédios, áreas abertas ou com muitos metais em volta ou perto de linhas de energia elétrica.


Espero que vocês tenham gostado desta coluna! Sintam-se à vontade para comentar e mandar sugestões para as próximas!


Por,
Richard Douglas
Físico e Colaborador do Blog
E-mail
richarddouglas001@gmail.com
Twitter: Andarilho_

7 comentários:

DaDiOli disse...

De muita valia o post...

E eu, que achava que a dança: "Singin' in the Rain" era inofensiva... Corria risco de vida, e nem sabia...

Os cálculos ainda vão dominar o mundo...

Carla disse...

Otimo tema!!! e a linguagem, bem acessivel.
Parabens Richard!

daniel disse...

Muito interesante, principalmeten tendo em vista que a ocorrencia de pessoas que morrem por raios só tem almentado!!! agora tenho uma duvida..... o crescimento das metroploes tem influenciado de alguma forma a ocorrencia de raios em ambientes urbanos? e se o pulso magnetico do que o raio provoca, pode influenciar nas ondas de radio? e como aconteceria essa influencia, se houver e claro!

Cris disse...

Difícil é ficar na chuva sem guarda-chuva neh rsss(brincadeirinha), sei que o assunto aqui foi TEMPESTADE DE CHUVA. A propósito, é verdade o que dizem que estamos protegidos dentro do carro, devido aos pneus de borracha???(ouvi isso de alguém e não sei se é verdade). Fica uma pergunta p/ofísico responder, ok.

Parabéns pela matéria Richard

Cris

Anônimo disse...

Bem interessante!!Masss,alguns mitos urbanos pairam sobre a atraçao de raios como: objetos pessoais(brincos, aparelhos odontologicos)e alguns falam até de unhas e outros mais.Isso seria possivel???
No mais, as materias postadas estão muito boas.
Parabéns Richard!!!!
Iris

gil disse...

parabens otima tema ! informaçoes que podemos usar em nosso dia dia e salva vidas muito bom

Anônimo disse...

nossa cara valew ajudo mto foi mto bem explikado parabéns

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...