segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Jornada de Garibaldi: dificuldade de sinal deixa equipe sem contado com Rádio Difusora

Durante os três primeiro dias, equipe encontrou o descaso de alguns motoqueiros com o meio ambiente. Sem pudor invadem a praia com suas motos.



Sábado – terceiro dia

6 horas
Acordei dolorido. Temperatura amena, dia bonito, pouco vento. A Rafa pediu para nós ficamos até as 10 horas em função do sinal de celular para o boletim, vai complicar!

Temos 10 km bem complicados até Dunas do Sul e mais nove até o Camacho, não sei não... O certo é sair agora bem cedo, mas deixa assim.

11 horas
Saímos do Arroio Corrente pela praia, nublado e agradável para caminhar. Andamos cerca de quatro quilômetros. Paramos num boteco oficial praieiro. Uns sanduíches, café preto e tocamos em frente.

14h15min
Chegamos na Figueirinha, relativamente cansados. Paramos numa lanchonete, jogamos pacau e o pessoal tomou um refri.

14h45min
Partimos para Dunas. Tempo excelente, temos pela frente três quilômetros sem paradas.

15h30min
Chegamos em Dunas, a Rafa ta encarnada de ir para o Camacho, será um grande esforço, desnecessário.

Resolvemos aproveitar Dunas, a Emanoela tomou seu tão esperado banho de mar naquelas águas. Falamos com o seu Sebastião e conseguimos alojamento na casa dele. Dormimos cedo, as gurias nem jantaram de cansadas.

Um comentário:

emanoela disse...

Foi uma jornada e tanto....
exaustiva mais gratificante....
logo logo terão em primeira mão aqui no blog o relatório da operação Restinga....
um grande abraço a todos
em especial aos meus colegas de jornada (os faroleiros) e a May. =P

Emnaoela (chefe escoteira)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...